Notícias

SINDFER NÃO ACEITA GATILHO MAIOR NA PLR

O Sindfer volta à mesa de negociação nesta quinta-feira, dia 3, para discutir com representantes da Vale critérios para o pagamento da PLR 2021, a ser paga em 2022. De forma irresponsável a empresa sinalizou a intenção de elevar o gatilho da PLR 2021, dificultando o recebimento da PLR em 2022. Lembramos que em 2015 a falta de bons critérios no modelo negociado castigou os empregados com PLR zero, e não podemos aceitar e repetir o erro da gestão sindical passada.

“Na primeira rodada deixamos claro que se trata de algo inadmissível uma mudança de regras dessa grandeza, sobretudo quando não se sabe como se comportará o mercado no ano que vem”, protestou o presidente do Sindfer, Wagner Xavier. Segundo ele, a Vale já voltou atrás na sua ideia de impor PLR com teto inferior para os companheiros da base do Sindfer da escala de 6 horas, sobretudo maquinistas e controladores. “Nos manteremos firmes até o fim e não aceitaremos nenhuma mudança que prejudique o modelo de PLR dos nossos representados”, disse Wagner Xavier.

“Agora, com a determinação da nova direção do Sindfer, vamos com tudo para garantir a integridade do nosso gatilho atual e fazer com que a Vale pense duas ou mais vezes antes de querer impor seu pacote de maldades, que não será aceito por essa gestão do SINDFER”, disse o diretor do Sindicato Alan Peterli.

Botão Voltar ao topo